Menina de 9 anos cultiva horta em casa para alimentar moradores de rua

12/04/2015 03:09:00 PM Gabriell Stevenson 0 Comments


Enquanto muitos perdem seu precioso tempo criticando Deus por "não" ajudar aqueles que passam fome, um garota norte-americana, Hailey Fort , de nove anos, cultiva uma horta em sua própria casa, em Washington (Estados Unidos), para ajudar moradores de rua. Segundo o slogan de seu site: "Nós existimos para ajudar aqueles que precisam".

Desde os seus seis anos de idade, ela faz questão de dar um jeito para ajudar os mais necessitados que vivem nos arredores de seu bairro. Até mesmo construiu abrigos para aqueles que não possuem um teto, ou algo semelhante para se proteger do sol ou da chuva.

A ideia da horta começou quando comprou um sanduíche para um morador de rua, Edward, que agora tornou-se seu amigo. Após isso, percebeu que tal gesto não seria o suficiente, então decidiu plantar alimentos.

O projeto chama-se Hailey's Harvest ("A Colheita da Hailey") e atualmente recebe financiamento coletivo através de uma campanha que ela mesma elaborou, que já chegou a quase US$ 50 mil. Além de financeiramente, as pessoas também podem doar casacos e produtos de higiene pessoal.

No começo, a garotinha plantava pequenas porções de blueberry, tomate e pepino. Hoje a produção já triplicou de tamanho. Anualmente, colhe cerca de 100Kg.


Hailey é uma criança de apenas nove anos de idade que já entendeu seu propósito na vida: ajudar as pessoas.

Deus, na realidade, se importa e ajuda os necessitados. Mas usa a nós para alcançar este propósito. Foi o próprio Senhor Jesus quem disse coisas como: "Porque sempre tendes os pobres convosco, e podeis fazer-lhes o bem quando quiserdes..." (Marcos 14.7); "Porque tive fome e não me deram de comer, tive sede e não me deram de beber... estando nu, não me vestiram... em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos não o fizestes, não o fizestes a mim" (Mateus 25.42,45).

No livro do profeta Isaías também podemos encontrar palavras parecidas: "O jejum que desejo não é este: ... partilhar sua comida com o faminto, abrigar o pobre desamparado, vestir o nu que você encontrou e não recusar ajuda ao próximo?" (Isaías 58.6,7) E estes que assim procedem, serão tremendamente abençoados pelo Senhor: "Reparte generosamente com os pobres; a sua justiça permanecerá para sempre; seu poder será exaltado em honra." (Salmos 112.9); "Se com renuncia própria você beneficiar os famintos e satisfazer os anseios dos aflitos, então a sua luz despontará nas trevas, e a sua noite será como o meio-dia." (Isaias 58.10)

Até mesmo a prosperidade que o Senhor nos dá possui o propósito de ajudar os que precisam: "E Deus é poderoso para fazer que lhes sejam acrescentada toda a graça, para que, em todas as coisas, em todo tempo, tendo tudo o que é necessário, vocês transbordem em toda boa obra. Como está escrito: Distribuiu, deu os seus bens aos necessitados; a sua justiça dura para sempre." (II Coríntios 9.8-9).

E por qual motivo Deus teria dado essa responsabilidade a nós, ao invés Dele mesmo fazer "chover hamburger" ou outros alimentos sobre a África, Índia e qualquer outro país necessitado de alimento?


O motivo está em Gênesis 1.26: "Façamos o homem a nossa imagem e a nossa semelhança. Domine ele sobre... toda a terra..." Também em Salmos 115.6: "... mas a terra Ele a confiou ao homem."

Deus fez algo pelos necessitados neste mundo: colocou a mim e a você, para podermos ajudá-los, motivá-los. Pense só por um instante: E se apenas a metade dos mais de 200 milhões de brasileiros doasse apenas R$ 1,00 para causas beneficentes, todas as semanas. Quanto poderíamos arrecadar no final de cada mês e quanto teríamos doado até o final de cada ano?! [faça as contas se quiser descobrir, é só multiplicar 100 milhões de reais por 4 (semanas) para saber o resultado mensal e por 52 (semanas) para o resultado anual]. Deus te abençoe.

Fonte: Rede TV