Estudo confirma que havia água desde o início de nosso planeta

2/04/2016 03:19:00 PM Gabriell Stevenson 0 Comments


Sumário:
1. O estudo
2. Implicações criacionistas

1. O estudo

Em 2014 a National Geographic publicou uma matéria intitulada "Mistério da Origem da Água da Terra Resolvido". Segundo a publicação, "o estudo liderado por Adam Sarafian do Woods Hole Oceanographic Institution (WHOI) em Woods Hole, Massachusetts, descobriu que os nossos mares podem ter aparecido muito mais cedo em nosso planeta do que se pensava anteriormente."

Até pouco tempo atrás, os cientistas acreditavam - e ensinavam - que o nosso planeta se formou de forma extremamente quente, e sem água. A água viria muito mais tarde, graças as colisões de meteoritos "cheios de água" (molhados).

"Esses meteoritos primitivos se assemelham em massa à composição do sistema solar", disse Sune Nielsen do WHOI, co-autor do estudo. "Eles possuem muita água, e por isso, foram selecionados antes como candidatos para a origem da água da Terra."

Medições da equipe mostraram que esses meteoritos tem a mesma química que os condritos carbonáceos e rochas encontradas na Terra. Isto significa que os condritos carbonáceos são os mais propensos a fonte comum de água.

"O estudo mostra que a água da Terra provavelmente se expandiu ao mesmo tempo com a pedra", disse Marschall. "O planeta foi formado como um planeta molhado com água sobre a superfície." Em outras palavras, os envolvidos no estudo não apenas apontam a origem da água na Terra, como afirmam que a superfície do planeta era "molhado"; possuía água em estado líquido "sobre a superfície". Afinal de contas, não tem como molhar algo sem que a água torne-se em estado líquido.

2. Implicações criacionistas



Tais estudos são uma excelente evidência a favor do relato bíblico da criação. A Bíblia já afirmava milhares de anos atrás que no princípio de nosso planeta havia abundância de água sobre a superfície: "E a terra (planeta) era sem forma e vazia; e havia trevas (escuridão; falta de luz) sobre a face do abismo (águas profundas); e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. [...] E disse Deus: ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar (unidade; um mega oceano); e apareça a porção seca (unidade; um mega continente); e assim foi." (Gn 1.2,9).

E ainda que possamos "ler" o passado apenas a partir daquilo que temos hoje: "fósseis", "rochas", "etc.", sem podermos viajar fisicamente no tempo até eventos previamente escolhidos, observamos que a própria natureza nos revela a glória da criação de Deus e nos fornece bases para averiguarmos a verdade da Palavra, assim como ela foi escrita:

"Porque as Suas coisas invsíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se veem pelas coisas que estão criadas [...]" (Rm 1.20)

Traduzido e adaptado do original por Gabriell StevensonMystery of Earth's Water Origin Solved